Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
B
Jovens matam 8 pessoas a tiros em escola em Suzano, na Grande SP, e cometem suicídio
13/03/2019 12:43 em Novidades
Fachada da escola Professor Raul Brasil, atacada a tiros nesta quarta-feira. © Fornecido por El Pais Brasil Fachada da escola Professor Raul Brasil, atacada a tiros nesta quarta-feira.

Um ataque a tiros à Escola Estadual Professor Raul Brasil, em Suzano, na Grande São Paulo, matou oito pessoas, entre elas ao menos sete crianças. De acordo com a Polícia Militar, dois adolescentes invadiram a escola em Suzano, atiraram contra os estudantes e funcionários que estavam no local e cometeram suicídio depois —totalizando dez mortos. 

TUDO SOBRE O ATAQUE EM ESCOLA DE SUZANO

Ainda não há informações sobre quem são as vítimas desse ataque a tiros, nem sobre os atiradores. Também há feridos, alguns em estado grave, que foram levados para hospitais da região. Unidades do Corpo de Bombeiros, do Samu e da Polícia Militar continuam na escola, que foi isolada.

Um aluno chamado Lucas Alves, de 16 anos, disse em entrevista à imprensa que ouviu "uns quinze barulhos de tiro" durante o ataque na escola de Suzano. A tia permitiu que ele concedesse a entrevista. Segundo Lucas, apenas um dos adolescentes estava armado. Lucas diz que o ambiente da escola era tranquilo e que desconhecia ameaças ou conflitos mais graves entre os colegas.
Inserir
Copie e cole este HTML para a sua página:
Compartilhar
  • Compartilhar no Linkedin
  • Compartilhar no Google +
Faz 4 minutos
 
 
avatar

Marina Novaes

Desencontro de informações sobre o número de vítimas:

A Polícia Militar chegou a confirmar na TV que eram dez o número de mortos, informação que chegou a ser divulgada nas redes sociais da PM, mas o tuíte foi deletado. Oficialmente a PM confirma, portanto, nove mortes, incluindo os dois atiradores, quatro alunos do ensino médio e duas funcionárias da escola.

Inserir
Copie e cole este HTML para a sua página:
Compartilhar
  • Compartilhar no Linkedin
  • Compartilhar no Google +
Faz 8 minutos
 
 
avatar

Beatriz Jucá

O hospital Luzia de Pinho Melo, em Mogi das Cruzes, confirma a morte de uma nona vítima do ataque na escola de Suzano. Segundo a assessoria de imprensa, a unidade hospitalar recebeu duas vítimas. Uma delas veio a óbito e a outra está em estado grave, porém estável. A Polícia Militar também já havia confirmado ao EL PAÍS que um dos feridos socorridos havia falecido.
Inserir
Copie e cole este HTML para a sua página:
Compartilhar
  • Compartilhar no Linkedin
  • Compartilhar no Google +
Faz 14 minutos
 
 
avatar

Beatriz Jucá

A prioridade agora é desmantelar os artefatos explosivos que teriam sido identificados dentro da escola. Por volta das 14h, as autoridades policiais darão mais informações sobre o ataque a tiros que deixou pelo menos oito mortos em Suzano, conforme fontes policiais.
Inserir
Copie e cole este HTML para a sua página:
Compartilhar
  • Compartilhar no Linkedin
  • Compartilhar no Google +
Faz 36 minutos
 
 
avatar

Beatriz Jucá

O governador João Dória diz que a Polícia demorou oito minutos para chegar ao local a partir do momento em que foi acionada. "Aparentemente os autores não são ex-alunos", diz o governador, mas as investigações ainda estão em curso. Até o momento, a polícia confirma oito mortos de pessoas entre 20 e 25 anos no ataque.
Inserir
Copie e cole este HTML para a sua página:
Compartilhar
  • Compartilhar no Linkedin
  • Compartilhar no Google +
Faz 39 minutos
 
 
avatar

Beatriz Jucá

Um revolver calibre 38 e uma arma medieval com flechas teriam sido utilizadas pelos dois adolescentes autores do ataque. O Grupo de Ações Táticas Especiais está lá dentro da escola fazendo uma varredura porque foram encontrados artefatos explosivos, informa o Coronel Sales. "O Gate está fazendo essa verificação agora", diz.
Inserir
Copie e cole este HTML para a sua página:
Compartilhar
  • Compartilhar no Linkedin
  • Compartilhar no Google +
Faz 41 minutos
 
 
avatar

Beatriz Jucá

Coronel Sales, da Polícia Militar, fala que o ataque foi uma ocorrência gravíssima e expõe o que se sabe sobre o crime. Ele diz que os adolescentes atiraram na coordenadora pedagógica e em outra funcionária e que ingressaram na escola na hora do lanche. Atiraram em mais quatro alunos do Ensino Médio e se dirigiram ao centro de línguas, mas a professora e os alunos que estavam no local se trancaram na sala. Os dois atiradores teriam se suicidado no corredor.
Inserir
Copie e cole este HTML para a sua página:
Compartilhar
  • Compartilhar no Linkedin
  • Compartilhar no Google +
Faz 42 minutos
 
 
avatar

Beatriz Jucá

Dória diz que a polícia está trabalhando na cena do crime e identificando as vítimas.

 

Fonte> msn.com.br / El País

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!